sábado, julho 14, 2007

Quem manda aqui sou eu!

Vejamos: um titular de um cargo político usa esse mesmo cargo e a maioria inerente a ele para tratar do seu ideário pessoal, mesmo que contra isso contrarie as leis da República Portuguesa, da qual, caso já não se lembrem a Madeira ainda faz parte.
Muito bem, e depois usam a desculpa que a abstenção e uma fiscalização de constitucionalidade pendente são razões para não aplicar uma lei em vigor....secalhar eu devia começar a fazer o mesmo.
Mas melhor, eu não sei o que se passa lá na Madeira, mas servir-se de um cargo público para fazer campanhas pessoais chama-se abuso de poder....pelo menos na minha terra!

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial