segunda-feira, junho 11, 2007

Ota(rios)

Já todos sabem que eu não morro de amores pela opção da Ota para o novo aeroporto da região de Lisboa. Mas também não morro de amores pela construção de um aeroporto na Margem Sul. Então o que raio é que eu penso? Bom, digamos que eu mantinha a Portela, primeiro porque não iriamos ser a primeira capital europeia, por certo a ter mais que um aeroporto a servir a sua área, segundo porque a Portela está bem localizada e eu não gostaria de saber que o dinheiro todo que se tem vindo a investir na sua modernização vai pelo cano abaixo.
Então e depois? não está o aeroporto sobrelotado?
Pois está, mas pensemos, o que é que provocou esta situação? Pois é, as low cost, ou melhor, o boom de low cost a operar em Portugal. Low cost,estas, que no resto na Europa operam a partir de aeroportos secundários, e na horas baixas. Cá nao, operam no aeroporto principal e nas horas altas, de ponta.
Então o que fazer? construir, remodelar, qualificar, um aeroporto secundário para essa companhias.
Esta é a minha solução...a solução de quem não percebe nada de infra-estruturas aeroportuárias, de navegação aérea, de nada. Mas que v~e que o aeroporto de lisboa não é NADA competitivo e que o da Ota vai ser ainda menos.
Só um último ponto para os fanáticos que tanto apoiam um aeroporto na margem sul. dizem, e com razão, que se vai gastar milhões nos acessos à Ota. já pensaram nos milhões que se vai gastar nos acessos ao Poceirão ou ao campo de tiro de Alcochete? sim, porque não há comboios, nem mais vias rápidas.... Ah, e o acesso a Lisboa? Acham que as pontes aguentam com o aumento de tráfego? São só questões não é?

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial