sábado, junho 30, 2007

Lisboa, de novo

Agora vou dar numa de Carlos Magno. Dizia ele, antes do estudo da CIP, que os eleitores da Ota devia, votar nas eleições de Lisboa devido à contrução do novo aeroporto. Ora eu, há muito, que defendo, não isto, mas que a eleição da Câmara alfacinha importa a mais do que aos lisboetas, porque é em Lisboa que centenas de milhar de pessoas de concelhos vizinhos trabalham, logo as decisões tomadas na capital preocupam directamente a eles. Defendo eu que que essas pessoas devem votar em Lisboa? Não, seria demasiado megalómano.
Mas há, porém, soluções intermédias, duas aliás, a primeira uma criação de uma espécie de federação de municípios da zona de Lisboa, com Lisboa à cabeça; a segunda os reforços dos poderes dos Órgãos da Área Metropolitana de Lisboa.
Sãpo duas dúvidas que se encerram nesta ideia: está na hora de os nossoa governantes reverem a forma de pensar e administrar as grandes regiões metropolitanas e deixarem de pensar em minicipios, porque as zonas de interesse dos cidadãos já não se circinscrevem aos municipios, vive-se nuns, trabalha-se noutros, e todos eles são do seu interesse , coisa que se afirma ainda mais quando de fala em Lisboa ou Porto.
Era bom pensarem nisso...

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial