sábado, maio 12, 2007

(De volta à normalidade) O Erro de António Costa

A serem verdade as notícias que têm avançado nas últimas horas António Costa, o número 2 do Governo Sócrates, vai ser o candidato do PS à Câmara de Lisboa. Erro crasso, na minha opinião, e demonstração de desespero por parte do PS.
Senão vejamos: António Costa é, actualmente, dos mais respeitados ministro do Interior da UE (embora por cá não se note muito), e tem tido um papel fulcral na inclusão dos novos países da Comunidade no Espaço Shengan. É um Ministro poderoso e é um natural sucessor de Sócrates lá para 2013. Tem tido um papel fulcral na reforma administrativa do Estado. É um homem forte e de convicções que , de certo, muita falta fará durante a presidência da UE que se aproxima (tal como o próprio Cavaco Silva já o disse).
Mas Sócrates vai puxar do seu Às de Espadas, e ao fazê-lo, mostra o deespero para conquistar a Câmara. Costa não é uma segunda ou terceira escolha, é a escolha de trunfo. Os outros 2 (Ferro Rodrigues ou Seguro) seriam uma jogada simples, um Rei de trunfo ou um Valete. Este é o Às. Mas nem sempre quem tem o Às de trunfo ganha o jogo e o PS arrisca-se a perder com a multiplicidade de candidatos que se vão chegando à frente. Falta ver quem vem do lado do PSD, mas, estando Costa do outro lado, vai ter que jogar duro! Seja como for vai ser muito dificil governar Lisboa nos próximos 2 anos. Uma maioria na Assembleia Municipal, um Executivo repartido pelas várias candidaturas. Helena roseta a roubar alguns votos ao PS, ao PCP e ao Bloco. Uma possibilidade de Carmona avançar e tirar muitos votos ao PSD. Manuel Monteiro a montar cerco ao CDS-PP....etc etc
Vai ser, sem dúvida, o maior combate político de António Costa...talvez não se deve-se meter nele....a bem do governo do País!

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial