quinta-feira, abril 26, 2007

Provincianismo de primeira (act.)

Aquelas imagens de ontem da abertura do Túnel do Marquês deixaram um certo desconsolo na minha pessoa. Tudo foi ridículo, tudo foi parvo, tudo foi provinciano (e olhem vindo de mim, provinciano de gema).
Mas foi, desde a inauguração oficial, com uma autêntica fuga do Carmona, ao bom estilo dos filmes norte-americanos, todo um aparato policial não sei bem para quê e toda uma pompa que parecia que estava a ser inaugurada uma obra de salvação nacional.
Depois veio o "Zé", o "Zé povinho". Foram 13 mil dizem, que a correr, sim, alguns iam a correr ,passaram o túnel de lés a lés, fizerem testes de sustentabilidade gritando contra as paredes a ver se fazia eco, e depois entraram os carros, muitos, como bem se quer. Ridículo!
E depois fica-se hoje a saber que sexta e sábado o túnel já vai encerrar para se fazerem testes e corrigir possíveis anomalias. Fantástico, primeiro deixa ver se há desastre, depois fazem-se os testes. Ridículo!

Adenda: este texto, sobre o mesmo tema, pelo CAA no Blasfémias

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial