sábado, abril 28, 2007

Diz que é uma espécie de separação de redes

Quem me conhece bem sabe o quanto eu sou a favor da economia de mercado, e consequentemente que sou um forte o opositor de qualquer tipo de monopólio, pois a concorrência é um valor fundamental. Mas por cá custa muito a saber o que isso é. Temos monopólios em quase todos os sectores fundamentais da economia. Daí que esta farsa que se fez na PT só me desilude. Já há anos que se espera pela separação das redes cabo e cobre, ou então da liberalização da rede cobre para que qualquer operador de mercado o use (tal como deverá acontecer em breve na electricidade), mas não, a PT não é capaz, de tão apegada que está ao seu poder monopolista. O que aconteceu ontem foi apenas um golpe de vista, uma ilusão para o consumidor, e as autoridades reguladoras o que é que vão fazer agora? Nada, como sempre. Nada, como nada puderam fazer no caso dos preços do gás e da electricidade, há sempre um legislador a proteger o monopolista.
Separar as redes e manter os mesmos accionistas com duas empresas trabalhem para o mesmo patrão (há quem diga que é o BES) só leva a objectivos comuns, não leva a concorrência.
Por cá, continua tudo na mesma, e o sujeito passivo, o consumidor, é que se fode!

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial