quarta-feira, abril 18, 2007

A CAUSA

Todo este episódio da licenciatura do PM envolve três tipos de sentimentos que, por sua vez, dão azo a três tipos de reacções.
Uns não gostam do PM, não gostam das suas políticas, não gostam da sua forma de governar, não gostam do PS. E assim sendo aproveitam toda esta situação para soltarem todos os "cães" em cima de Sócrates. Não lhes importa o motivo, importa saber que têm algo, com algumas duvidas bem sustentadas, diga-se, para atirar contra ele. E fazem-no, e insistem, e vão continuar a insistir. Fazem deste tema uma causa.
Outros são manifestos apoiantes do PM e defendê-lo-iam em qualquer ocasião, defendem-no agora. E para o defenderem levam tudo à frente, voltando o ataque contra quem levanta as suspeitas, levantando suspeitas contra quem suspeita do PM.
Outros apenas duvidam e ficam intrigados com toda esta situação. Querem que ela acabe, mas também querem ver esclarecida toda esta situação. Acho que me incluo aqui. Já é tempo de acabar com isto, mas acabar bem, com todas as dúvidas esclarecidas. Já lá vão 3 semanas de discussão sobre este assunto. Abandonou-se a OTA, os impostos, o crescimento, o desemprego, etc etc., passaram a temas secundários.
Mas como acabar com isto, com esclarecimentos do PM? Seriam sempre parciais e duvidosos para os primeiros. Com esclarecimentos da Independente? Trariam sempre dúvidas, até para mim. Com dados da Inspecção-Geral do Ensino Superior? É um órgão tutelado diriam.
Eu já apresentei uma solução. Uma investigação da PGR seria independente o suficiente para não levantar dúvidas sobre o seu resultado. Porque afinal está em causa um suposto crime, tráfico de influências ou benefícios a um aluno para obter um grau, que mina a credibilidade do PM. E Sócrates precisa de credibilidade, se quer levar o resto das suas reformas adiante.
Assim, acabava-se com esta questão, que se tornou uma causa. Porque já começa a cansar!

2 Comentários:

Anonymous leprechaun disse...

Pois é, mas quer-me parecer que esta novela está para lavar e durar... e piorar!!! :o)

Não só as dúvidas quando à licitude ou lisura do curso do PM se têm agravado extraordinariamente - quase todos os dias se sabe de algo estranho ou incongruente - como vem agora à baila a existência de uma já antiga investigação do Ministério Público sobre o Prof. Morais, o tal das 4 (!) disciplinas, e onde o pai de José Sócrates também é citado!!! :o)

Logo, atenção, porque podemos ter de facto ligações perigosíssimas em todo este complicado imbróglio...

Estranhamente, a sugestão de Marques Mendes de uma comissão independente ou a de Santana Lopes sobre as explicações do PM ao Parlamento não parece terem colhido grande apoio na classe política, o que se afigura algo suspeito...

Talvez este caso não abranja unicamente José Sócrates e o edifício de uma certa política nacional se esboroe com estrondo caso haja uma investigação séria e aprofundada.

E há mesmo já quem não tenha dúvidas algumas quanto às patentes culpas do PM no cartório... Logo, os próximos tempos apresentam-se deveras tumultuosos, indeed...

08:15  
Blogger Atreides disse...

E o Procurador-Geral da República que já disse que não via nada de grave no caso dos diplomas, de Sócrates ou outros?!! Cargos de confiança política! A Maria José Morgado é que resolvia questão...

12:43  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial