terça-feira, fevereiro 27, 2007

Sempre em pé

Alberto João Jardim (AJJ) está em plena campanha eleitoral, não para as eleições da Madeira, não contra os "traidores ignorantes" que se canditarão às próximas eleições regionais, mas contra o "Senhor Pinto de Sousa", como ele agora trata generosamente Sócrates.
Mas o senhor é cómico, juro que é. então dizia ele ontem qualquer coisa deste estilo: isto é tudo uma manobra partidária, porque não se admite que os Açores recebam mais mil milhões de euros do que a Madeira, e que a Madeira saia do grupo de zonas menos desenvolvidas para efeitos de Apoios Cominitários às Regiões".
À pois não, não se admite, não se admite que os Açores estejam em penúltimo lugar no desenvolvimento e distribuição do PIB e que a Madeira esteja em segundo, a par da média europeia. Não se admite que os Açores tenham 9 ilhas e sejam situados no meio do Atlântico, com grandes assimetrias e enormes dificuldades de deslocação entre as suas ilhas. Não se admite que os Açores não se tenham endividado até à cabeça para se desenvolverem como fez a Madeira. Realmente tudo isto não se admite. Isto cá no continente são uma cambada de salafrários, que a aliarem-se à Comissão Europeia só querem destruir a Madeira mais o seu eterno presidente.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial