sábado, janeiro 13, 2007

Das verdades (ou não)

Parece que anda uma moda generalizada neste país, e na blogosfera em particular (parece que dá audiência) de "cascar" na eurodeputada Ana Gomes. Porquê? Porque esta senhora está a fazer o que é muito raro: o que lhe pagam para fazer. Mesmo que tenha que criticar o Governo do seu próprio país (e partido ). E faz muito bem.
É imperativo saber se os governos europeus participaram ou não no rapto e transporte ilegal de prisioneiros suspeitos de terrorismo ela CIA e, mesmo, se têm prisões desta agência nos seus territórios.
Mas parece que cá há gente mais "bushista" que o Bush e que prefere atacar uma eurodeputada que procura a verdade do que saber se o seu Governo foi ou não cúmplice neste crime.
De resto tal ideia foi comprovada com o chumbo de uma comissão parlamentar especial para investigar o caso e que foi não só chumbada pelo PS como também pelo PSD e PP ,pensem lá porquê?
Parece que mais uma vez vamos ter que esperar pelas comissões americanas para se descobrir alguma coisa nesta velha Europa.
(Nota 1: fica por falar do questão do protagonismo do Parlamento Europeu em relação ao Conselho e que dá pano para conversa, mas fica para outra ocasião.
Nota 2: interessantissima a série que o Channel Four inglês está a transmitir na qual Tony Blair é julgado por crimes contra a humanidadecometidos na Guerra do Iraque. Obviamente Bush e seus compinchas nunca poderão sofrer tal destino, poisos EUA não aderiram ao TPI. É pena!)

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial