domingo, dezembro 10, 2006

A justiça de Carolina


Acabo de ver na SIC-N talvez uma das cenas mais ridículas que já vi na televisão. Primeiro, durante o lançamento do livro no Almada Fórum, uma demonstração do tipo de pessoas que compram o livro de Carolina Salgado. Quem são eles? Os mesmos que há uns meses atrás a chamavam de "puta" e "vaca" e "grande cabra", nada abaixo disto, agora querem-lhe dar beijinhos e dizer como ela é uma grande senhora.
Depois a leitura do livro por quem o comprou. Bem, disto é melhor nem falar.
Por fim a fuga, tal qual os serviços secretos norte-americanos e quando de uma tentativa de assassinato do Presidente, meia dúzia de seguranças do hipermercado, mais meia dúzia dos seguranças privados da senhora, irrompem perante a multidão de jornalistas que querem colocar uma questão (impossível desta vez por "não estar preparada") agredindo alguns, insultando outros. Sem dúvida, dos melhores momentos televisivos que já vi.
De que é que este livro serviu? Para já para tornar esta senhora arguida por cumplicidade. E também para lhe encher os bolsos.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial