sábado, novembro 18, 2006

Uma questão de meios?

Segundo dados da Direcção Geral de Viação (DGV) a mortalidade nas estradas portuguesas tem vindo a diminuir desde à cinco anos, e prevê-se mesmo que este ano se atinjam as metas que foram traçadas para 2010 (o número de mortos este ano é de 807 até Novembro, enquanto a meta para 2010 é de 874). Mesmo assim, ainda são demais.
Mas diz o leitor, é uma boa notícia. Realmente seria, se não soubessemos que mais poderia ser feito, como o Plano Nacional Rodoviário que nunca mais está pronto, ou a fiscalização que está cerca de 80% concentrada nas auto-estradas, onde se passam cerca de 90% das multas por excesso de velocidade, mas 90% das mortes ocorrem nas estradas nacionais, municipais e urbanas.
Afinal, é tudo uma questão de meios, ou melhor, uma questão de melhorar a utilização destes mesmos.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial