segunda-feira, outubro 30, 2006

O SOL

Devo confessar que comprei a 1ª edição do semanário SOL. Li, fiz comparações, reli, não gostei e não voltei a comprar. Não gostei do jornalismo agressivo, das histórias da treta e de andarem sempre a tentar denegrir o Expresso, como se não tivessem argumentos por si só para vencerem.
Hoje, 6 semanas depois, decidi ler a edição on-line do 1º caderno para ver porque é que as vendas têm vindo a descer. Voltei a não gostar, aliás, acho que desta vez detestei mesmo.
Vejamos:
- um editorial horrível, aliás não sei onde é que JAS tinha a cabeça, falar da afirmação das mulheres (como se ainda ninguém tivesse dado conta) e como a f. se consegue afirmar sobre o Sócrates. Valha-nos Deus...
- depois estão até à página 12 a cascar no Governo. Acusam-no de fazer o Orçamento mal e á pressa; cascam no Mário Lino e nas Scuts; no Correia de Campos (não é que não mereça), etc etc
- vejam lá, dedicam meia página ao fecho de uma loja chinesa em lisboa, mas em apenas um quadradinho resumem o chumbo do vice-PGR e a declaração de voto de um dos conselheiros;
- o que é aquele cartton?
- na página 30 começa a versão "O-SOL-vai-ao-Correio-da-Manhã";
-que antecede "o-SOL-gostava-de-ser-como-o-24Horas-mas-só-tem-a-Margarida-Rebelo-Pinto" que Vai da página 46 à 54;
- para acabar MRS conta a sua fantástica semana, todos os eventos a que foi, todas as aulas que não deu, todos os programas de tv que viu e toda a crónica para o SOL que se esqueceu de fazer e então decidiu partilhar connosco a sua semana.

Espera-se pelo próximo fim-de-semana para ver como reage o mercado sem DVD's.

1 Comentários:

Blogger Flecha Ruiz disse...

Jornalismo imparcial, não é?

Há anos que gostava de ter UMA prova disso

16:32  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial