quinta-feira, outubro 05, 2006

o post que não chegou a ser (corrigido)

Estava eu sentado no sofá, depois de jantar um delicioso bacalhau nas brasas com batatas a murro, a ver o telejornal, quando de repente começa a reportagem típica de um feriado: um(a) repórter na rua a perguntar às pessoas "Sabe porque é que hoje é feriado?". "Bem!" (Pensei eu para cá com os meus botões) "Isto dava um bom post. Assim os meus leitores (poucos, mas decerto do melhor que há por aí) até se riam um bocado"
Devo confessar que a ideia depressa perdeu vigor, pois a sucessão de patetices e estupidez que se seguiu foi tão degradante que passava todos os limites da piada. E o pior? É que a desculpa era sempre a mesma "já não ando na escola há muito tempo", ou então, "já dei essa matéria há muito tempo". Sem mais comentários a fazer, e se se querem rir, vão ver a Revolta dos Pastéis de Nata, já que o Family Guy e o Daily show já deram, ou então leiam este post da Ana Gomes no Causa Nossa (o final, então, é hilariante).
Até amanhã!

4 Comentários:

Anonymous nanda disse...

Já dei essa matéria há muito tempo.
Já não ando na escola há muito tempo.

Por favor, há com H!

00:55  
Blogger Flecha Ruiz disse...

Espera pelo 1º de Dezembro e verás que a dança será a mesma

12:02  
Blogger Eduardo Pinto Bernardo disse...

Nanda: as minhas mais sinceras desculpas pelos erros estúpidos e infantis que cometi.Já estão devidamente corrigidos (porque eram mais do que os que assinalou). Poderia defender-me e dizer que foi escrito apressadamente, mas tal não constitui desculpa possível.
Flecha, realmente tem razão, mas o pior é que tal espectáculo sucede feriado após feriado, e o pior é que as pessoas em vez de ficarem caladas ou dizerem "não sei" têm que abrir a boca, mesmo que saia a maior asneira do mundo. E o pior é que depois riem-se com a própria ignorãncia. Mas pronto, que é que se há-de fazer.

12:19  
Anonymous nanda disse...

caro epb,

É um tique que eu tenho. Passo a vida a corrigir os "hás" nos blogues ds meus filhos...

23:16  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial