terça-feira, outubro 03, 2006

o homem foi assim tão mau?

Ontem, Souto Moura, futuro Ex-PGR, disse, no final de uuma conferência na UM que devia ter contratado centenas de assessores de imprensa e de imagem, aludindo ao facto de ser sempre apanhado pelos jornalistas nas piores situações e as suas respostas (o próprio confessa) não terem sido as melhores.
Apetece-me reflectir um pouco sobre o assunto. Será que o mandato de Souto Moura foi assim tão mau e tão atribulado, cheio de incompetência e casos mal resolvidos? Ou será que o mandato de Souto Moura é apenas apreciado por aquilo que a comunicação social transmitiu e decidiu dar relevo? Souto Moura é a origem, ou mais uma consequência do MAU funcionamento da justiça em Portugal?
Penso que não podemos atribuir todas as culpas a Souto Moura e fazer passar todo o seu mandato pelos processos Casa Pia e Envelope 9. Porquê? Primeiro, porque o Processo Casa Pia é um processo extremamente complexo e que encontrou pelo caminho pessoas com poder social e político que tudo fizeram para descredibilizar o processo e quem estava à frente dele, nomeadamente Souto Moura; segundo , porque as escutas telefónicas em Portugal são mal regulamentadas e com enormes lacunas, e a culpa disso é do legislador, não do aplicador. poderão dizer: mas ele é que tinha que pôr um travão a isso. Sim, mas ele tomou o processo em mãos (caso não se lembrem) depois das primeiras prisões, e a maior parte das escutas são anteriores a isso.
Quanto ao "envelope 9", ponho umas questões: Não é verdade que na notícia estava apenas a informação que o número do presidente estava anexado ao número de Paulo Pedroso? E não quer isso dizer Pia? Então de quem é a culpa? De Souto Moura? Dos Procuradores? Do funcionário da PT?
Já agora, porque é que ninguém se dá ao trabalho de ver os inúmeros casos resolvidos pela PGR durante o mandato de SM e apenas se resumem apenas a 2 processos?
E já agora, porque é que o PS insiste em não deixar SM ir ao Parlamento dar explicações?
Não podia concordar mais com António José Teixeira, quando diz que todos os Procuradores deviam ser ouvidos no Parlamento no início e no fim de mandato, e no início, não apenas como um acto formal, mas como um acto vinculativo para a sua nomeação.

Adenda: fica aqui o link para alguém que está muito mais dentro do assunto que eu.

3 Comentários:

Blogger Лев Давидович disse...

Não concordo.
De facto foi mau. Nem o Poder detrás do caso Casa Pia é argumento: vê-se quem consegue e quem fica aquém em provas de fogo como esta.
Claro que a Justiça Portuguesa é um dos cancros do País, e é obvio que não foi o Souto Moura o grande obreiro, mas não precisamos de uma figura de Estado desta magnitude para dar uma machadada ou outra. Portanto sim, foi mau.

18:35  
Blogger Eduardo Pinto Bernardo disse...

Talvez. Mas continuo a achar que o seu crédito não pode ser afectado por 2 únicos processos.
Ouve intervenientes que foram muito além das asneiras de Souto Moura e ninguém veio pedir a cabeça deles. Continuo a achar que dar apenas relevo àquilo que "lhes" interessa no meio de muitas das declarações do homem, foi um dos motivos que ajudou a afundar o barco.
Espero que Pinto Monteiro tenha um pouco mais de jeito para lidar com os media, por que senao vai ser igualmente espezinhado.
já agora fica uma recomendação de leitura de quem está muito mais dentro do assunto que eu http://grandelojadoqueijolimiano.blogspot.com/2006/10/despacho-final.html

18:52  
Blogger Eduardo Pinto Bernardo disse...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

18:54  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial