domingo, setembro 09, 2007

Só as lembranças que fazem sorrir nos deixam saudades...

domingo, agosto 12, 2007

Ter Tempo...

Os meus leitores decerto que andam desapontados com a ausência, dias e dias sem um post, sem um comentário a um tema qualquer, sem uma notícia, uma música, o expressar de um sentimento. Mas, o facto, é que estamos em plena época baixa, nada se passa, quer dizer, passa, mas nada que me interesse. As politiquices estão de férias, tirando lá as derivas do Alberto João, para as quais já perdi a paciência; há a Maddie, que já enjoa; felizmente os incêndios andam em "época baixa" também; o Presidente fez o que lhe competia e vetou o Estatuto dos Jornalistas, fica a dúvida se vetará mais alguma este Verão (ex do novo regime jurídico do ensino superior); a guerra no BCP (interesse ela a quem interessar) continua, com o palhacinho do regime,Joe Berardo, ou o "Alberto João Jardim dos Negócios" como lhe chamava o editorial do Público à uns dias, a fazer de comentador de serviço nas televisões; a "malta" foi toda divertir-se, e individar-se mais para os "Allgarves"; a presidência portuguesa da UE, desculpa, a presidência quê?...; os "despedimentos políticos" prosseguem sem ninguém lhes dar muita atenção, etc etc etc, enfim, "a normalidade do regime prossegue".

Mas a vida corre-me bem, aliás, nunca alinhei muito naquilo do "coitadinho" que tanto invade o português, e se a vida corre bem, e se a felicidade está em nós, para que nos queixar-mos, sejamos FELIZES então...
Talvez volte a postar em breve, talvez não...a vontade (e o trabalho) o dirá...

segunda-feira, agosto 06, 2007

há dias assim...

quarta-feira, agosto 01, 2007

Encostado a TI

terça-feira, julho 31, 2007

Reforma Penal


Não sou penalista, nem tenho intenções de o ser, mas se há alguma coisa que sempre me meteu impressão no Direito Penal é a prescrição dos crimes graves, ou crimes de sangue.
Se a base do Direito Penal é a censura social. Se é crime é porque a sociedade condena aquela conduta, que tem o seu máximo expoente no homicídio, no acto de tirar uma vida humana, deverá esse crime prescrever?
Tomemos este exemplo, porque prescrevem as dívidas? por uma razão de segurança jurídica do devedor dirão. Pensem agora, merece um homicida essa mesma protecção? E porque é que essa "protecção" se fixa em 15 anos e não em 25 que é a pena máxima de prisão permitida em Portugal?
Se o nosso legislador pensasse assim , casos como este não aconteciam!

A quanto obrigam as eleições

Vamos ser chatos. Gostava de fazer um desafio, melhor, uma proposta. Aceitam-se, então ,apostas em como a Ota vai ser preterida em favor de Alcochete.
Amanhã alguém me acusará de teorias da conspiração, mas depois de se saber dos acordos do Governo com a CIP e depois do aval do Ministério da Defesa e da tentativa de distanciamento de Lino da Ota os sinais já começam a ser demasiado fortes.
Além de que, um Governo que sabe ouvir, calha sempre bem aos olhos dos eleitores. E 2009 já está à porta.

Sem dúvida....


...um blogue em plena silly season.

Etiquetas:

segunda-feira, julho 30, 2007

Demais

domingo, julho 22, 2007

Falta pouco....

terça-feira, julho 17, 2007

Fado da Saudade

Há perguntas que se impõem, uma delas é porque é que sentimos saudades...Parece um fado, um fado que vem apegado ao sentimento. Quem sente, tem saudades.
Há quem diga que é uma palavra que apenas existe no vocabulário português, uns sentem falta, outros a ausência, mas apenas Nós a saudade.
A Saudade de termos alguém por perto, a saudade de tocarmos alguém, de falarmos com alguém, de nos rir-mos com alguém, de beijarmos alguém.
Mas ela, no fundo, está sempre presente...é um anexo do sentimento, um anexo da vida, um anexo ao ser que é social...e como "homem social" que é sente falta do contacto.
Porque afinal o que somos sozinhos? Eu diria nada, pelo menos eu não sou. Há sempre Alguém de quem tenho a saudade no peito, por vezes aperta mais, por vezes aperta menos, mas aperta sempre.

segunda-feira, julho 16, 2007

Ridículo

domingo, julho 15, 2007

Lisboa


Única conclusão destas eleições: não serviram de nada!


As pessoas não quiseram saber, mal foram votar 40% delas, e não me venham com o chorrilho de banalidades do chumbo aos partidos porque a praia e os centros comerciais são bem melhores.
Não há maioria, os votos dispersaram, a mentira e o sonsismo triunfaram. A Assembleia continua na posse do PSD.
As soluções que os candidatos avançaram são as mesmas de sempre para os problemas de sempre,mas nunca encontraram soluções.
Espera-se de novo a ingovernabilidade, os projectos que não resolvem os problemas da cidade, que são os pequenos problemas, os dos bairros, os de quem lá trabalha, os das ruas, e não os problemas dos projectos megalómanos para a Baixa, Portela e etc...

Espera-se apenas a dança das cadeiras...que começa já amanhã...

sábado, julho 14, 2007

Quem manda aqui sou eu!

Vejamos: um titular de um cargo político usa esse mesmo cargo e a maioria inerente a ele para tratar do seu ideário pessoal, mesmo que contra isso contrarie as leis da República Portuguesa, da qual, caso já não se lembrem a Madeira ainda faz parte.
Muito bem, e depois usam a desculpa que a abstenção e uma fiscalização de constitucionalidade pendente são razões para não aplicar uma lei em vigor....secalhar eu devia começar a fazer o mesmo.
Mas melhor, eu não sei o que se passa lá na Madeira, mas servir-se de um cargo público para fazer campanhas pessoais chama-se abuso de poder....pelo menos na minha terra!

sábado, julho 07, 2007

LIVE GORE 08


sexta-feira, julho 06, 2007

Piadas SMS

Vai abrir a maior loja chinesa em Portugal....
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
............no estádio da Luz...

Etiquetas:

quinta-feira, julho 05, 2007

Depois de 30 anos de Democracia ainda andamos a acabar com monopólios...triste

Ai tão á vontade que nós estamos

Se há uma coisa que eu adoro nestes candidatos a Lisboa, e a qualquer coisa nestes últimos tempos, é a moda do fato sem gravata. Tão informais que eles estão, tão próximos do povo...ou então sou mesmo eu a embirrar....

domingo, julho 01, 2007

dias...

Grandes Frases da Semana

"O governo ultrapassou-me pela Direita"

Bagão Félix sobre a Comissão do livro Branco para as Relações Laborais

Este Blogue assume-se, desde já, contra essas medidas patéticas, próprias de um governo neo-liberal, como as da "Flexi", já que segurança não há nenhuma...
Eu elegi um Governo de centro-esquerda, não um governo pior que os neo-liberais que faz conluios com a CIP a troca de alguns favores quando sairem do Executivo. Oxalá o feitiço se vire contra o feiticeiro. já agora o Sr. Sócrates que tente almoçar em meia-hora como um trabalhador normal a ver se consegue.....

Etiquetas:

coisas que me atormentam a um domingo de manhã!

Porque é que quase todos os quiosques fecham ao domingo? Será que uma pessoa já não pode ler jornais ao domingo?
É que ter que ir de carro comprar um jornal.........parece que tou lá cima outra vez!

sábado, junho 30, 2007

Dúvidas que me atormentam

Será que, com a presidência portuguesa da UE, este ano não vai haver silly season?
Ou será que ela tem durado o ano inteiro?!?

Só para marcar posição

( cortesia : O Arrastão)

Lisboa, de novo

Agora vou dar numa de Carlos Magno. Dizia ele, antes do estudo da CIP, que os eleitores da Ota devia, votar nas eleições de Lisboa devido à contrução do novo aeroporto. Ora eu, há muito, que defendo, não isto, mas que a eleição da Câmara alfacinha importa a mais do que aos lisboetas, porque é em Lisboa que centenas de milhar de pessoas de concelhos vizinhos trabalham, logo as decisões tomadas na capital preocupam directamente a eles. Defendo eu que que essas pessoas devem votar em Lisboa? Não, seria demasiado megalómano.
Mas há, porém, soluções intermédias, duas aliás, a primeira uma criação de uma espécie de federação de municípios da zona de Lisboa, com Lisboa à cabeça; a segunda os reforços dos poderes dos Órgãos da Área Metropolitana de Lisboa.
Sãpo duas dúvidas que se encerram nesta ideia: está na hora de os nossoa governantes reverem a forma de pensar e administrar as grandes regiões metropolitanas e deixarem de pensar em minicipios, porque as zonas de interesse dos cidadãos já não se circinscrevem aos municipios, vive-se nuns, trabalha-se noutros, e todos eles são do seu interesse , coisa que se afirma ainda mais quando de fala em Lisboa ou Porto.
Era bom pensarem nisso...

quinta-feira, junho 28, 2007

Tempo......


Há quem diga que não tenho escrito muito, que as músicas são lindas e tal, mas faltam as palavras. Talvez faltem, talvez não cheguem, talvez seja mais fácil dar a palavra a outros e depois tomá-las como nossas porque as nossas já acabaram ou são escassas para dizer tudo. Tenho andado assim, fascinado, com um desígnio que me foi atribuído e que tomei de bom grado e que espero que se perdure por muito porque enquanto durar vai ser aproveitado ao máximo.
Perdoai-me as palavras parcas, elas vão voltar de certo. Até lá contemplo e fascino-me....Neste que tem sido um mês fenomenal.....
Até Já!

terça-feira, junho 26, 2007

Horrores??????

O Público está a promover a eleição dos 7 horrores de Portugal......eu já votei, aconselho a fazerem o mesmo aqui

Jantar de Aniversário

segunda-feira, junho 25, 2007

Lado a Lado

domingo, junho 24, 2007

Prova de vida


Sim, o autor deste singelo blogue está vivo, e recomenda-se. Mas um blogue pessoal é mesmo isto: depende da vontade, humor, inspiração e tempo do seu autor....

quinta-feira, junho 21, 2007

Já que estamos numa de músicas

como o próprio Rui diria: Cada um sabe sempre como o Primeiro....porque cada um é único e especial....

Caçador de Sóis

Terei caçado o meu?????
Sem margem de dúvidas...

terça-feira, junho 19, 2007

Ota(rios) 2


Dizem-me, por vezes, que eu sou um pouco dos crentes em certas e determinadas teorias da conspiração. Não é bem assim, mas concedo que por vezes há coisas que não batem bem. E esta história da Ota/Alcochete/CIP/Assciação Comercial do Porto /Portela+1/Mário Lino/Sócrates/Cavaco começa a cheirar muito mal e certas coisas começam a fazer muito sentido.
Uma delas é que cada vez mais parece que isto tudo foi perfeitamente combinado para distrair atenções, para descançar Cavaco, para sossegar a contestação. Marques Mendes, a quem o Prof.Marcelo no seu ridículo exercício de atribuir notas deu um 16, não teve vitória nenhuma, nem uma semi. O único que teve uma vitória, e uma das grandes diga-se, foi Sócrates. Mostrou um lado de diálogo, o que calha sempre bem em frente ao eleitorado; sossegou Cavaco, abrindo o diálogo; fez de Mário Lino o mau da fita e dele o herói, o cândido, o dialogante; calou Mendes, calou os críticos das suas posições de absolutismo, tirou o tema da Ota das eleições de Lisboa e manipulou a CIP para fazer o estudo que mais lhe interessava.
Ninguém ganha aqui a não ser ele. Faz uma pausa nas críticas até ao final da Presidência Europeia, até porque até lá vai andar entretido e não tem muito tempo para estas coisas da Pátria, e depois volta, em força, para enfrentar as legislativas de 2009 que, decerto, ganhará.
E a Ota? A Ota mantém-se por certo. Até porque já avisaram, a decisão é política, não técnica. E o novo estudo da Associação comercial do Porto? Será ele comparado com os outros dois? Duvida-se. Mesmo que o LNEC, que vai ter que se desdobrar em trabalho chegue à conclusão do contrário, a Ota avança.
Sócrates ganha com uma brilhante jogada política. Se fosse Pacheco Pereira, Rui Ramos, José Manuel Fernandes, Nicolau Santos, etc etc, a escrever isto teria uma certa credibilidade. Agora como sou só eu, não passa de uma mera teoria.................da conspiração, é claro!

sábado, junho 16, 2007

Sucedâneo imperfeito

Mas vale a mensagem, não o conteúdo....

quarta-feira, junho 13, 2007

É!!!!!!!!!


segunda-feira, junho 11, 2007

Ota(rios)

Já todos sabem que eu não morro de amores pela opção da Ota para o novo aeroporto da região de Lisboa. Mas também não morro de amores pela construção de um aeroporto na Margem Sul. Então o que raio é que eu penso? Bom, digamos que eu mantinha a Portela, primeiro porque não iriamos ser a primeira capital europeia, por certo a ter mais que um aeroporto a servir a sua área, segundo porque a Portela está bem localizada e eu não gostaria de saber que o dinheiro todo que se tem vindo a investir na sua modernização vai pelo cano abaixo.
Então e depois? não está o aeroporto sobrelotado?
Pois está, mas pensemos, o que é que provocou esta situação? Pois é, as low cost, ou melhor, o boom de low cost a operar em Portugal. Low cost,estas, que no resto na Europa operam a partir de aeroportos secundários, e na horas baixas. Cá nao, operam no aeroporto principal e nas horas altas, de ponta.
Então o que fazer? construir, remodelar, qualificar, um aeroporto secundário para essa companhias.
Esta é a minha solução...a solução de quem não percebe nada de infra-estruturas aeroportuárias, de navegação aérea, de nada. Mas que v~e que o aeroporto de lisboa não é NADA competitivo e que o da Ota vai ser ainda menos.
Só um último ponto para os fanáticos que tanto apoiam um aeroporto na margem sul. dizem, e com razão, que se vai gastar milhões nos acessos à Ota. já pensaram nos milhões que se vai gastar nos acessos ao Poceirão ou ao campo de tiro de Alcochete? sim, porque não há comboios, nem mais vias rápidas.... Ah, e o acesso a Lisboa? Acham que as pontes aguentam com o aumento de tráfego? São só questões não é?

Etiquetas:

sábado, junho 09, 2007

Velhinha.......mas mantém todo o significado....